Publicado em: 15/02/2024
120

Requalificação das edificações “Casa Paterna” e “Capela Nossa Senhora do Rosário”, na Comunidade dos Arturos, em Contagem

Proposta visa promover acessibilidade, uso adequado do espaço e ampliação das atividades culturais, com a recuperação arquitetônica e estrutural dos bens imóveis

Preservar a cultura e identidade tradicional afrodescendente. É o que fazem os descendentes de Artur Camilo Silvério e Carmelinda Maria da Silva, ex-escravizados. São eles que compõem a Comunidade Quilombola dos Arturos, localizada no centro urbano de Contagem-MG. Apesar da vocação para a promoção da ancestralidade africana e seu patrimônio cultural identitário, acautelado como patrimônio imaterial pelo Instituto Estadual do Patrimônio Histórico e Artístico de Minas Gerais (Iepha/MG), há uma demanda urgente na sua estabilização estrutural e recuperação de coberturas dos bens.

A Casa Paterna e a Capela de Nossa Senhora do Rosário, espaços que abrigam ações coletivas e culturais na Comunidade dos Arturos, como A Festa do Rosário e a Festa da Abolição, irão receber obras de requalificação arquitetônica. A ideia é sanar problemas de diversas ordens: estruturais, infraestruturais, espaciais e também em seus elementos primários e secundários. Busca-se ainda acessibilidade e conforto, com a implementação de melhorias palpáveis à comunidade local e, por conseguinte, aos visitantes.

Os serviços deverão compreender, inclusive, aspectos referentes à conservação, higienização, acautelamento e inventário dos bens móveis e integrados fundamentais para a manifestação da cultura e identidade quilombola da Comunidade. Por meio da sua religiosidade, festividade e oralidade, ela narra a resistência, cultura e memória dos povos pretos, originalmente sequestrados e, hoje, invisibilizados de forma sistemática em outros espaços da cidade.

Em virtude da sua limitada capacidade financeira, os Arturos funcionam graças às ações comunitárias, demandando cuidados urgentes para a continuidade da fruição dos bens, pela comunidade e por seus visitantes. Essa proposta foi contemplada na 2ª fase do Programa Minas Para Sempre, em cumprimento do parágrafo segundo da Cláusula Segunda do Termo de Compromisso celebrado no IC nº 0027.23.000877-6.

Semente

A Plataforma Semente é uma iniciativa do Centro de Apoio Operacional de Defesa do Meio Ambiente (CAOMA) do MPMG, em parceria com o CeMAIS, para recebimento de projetos de relevância socioambiental. A partir de uma plataforma virtual com amplo acesso em todo o Estado, eles podem ser apresentados por instituições do terceiro setor, iniciativa privada e poder público. No Instagram, siga @novosemente.


Proponente: Joaquim Artes e Ofícios

Município de Execução: Contagem

Orçamento do Projeto: R$ 875.000,00

Período de Execução: 12 meses

Data da Contemplação: 09 de fevereiro de 2024

Status: Em andamento

Prestação de contas

Visita Técnica

Relatório de visita da equipe técnica para acompanhamento do projeto, em 15/02/2024.

Clique aqui e acesse!
       

Realizadores

Endereço

Rua Matias Cardoso, 63 - Salas 301 a 304 - Bairro Santo Agostinho, Belo Horizonte-MG, CEP: 30170-914

Contato

31 3643-7604
semente@cemais.org.br

Acesso à plataforma

      
@2024 Projeto Semente  I  Todos os direitos reservados
CNPJ: 08.415.255/0001-27

Termos de uso
Privacidade
Preferências de cookies
Desenvolvimento: